Burnout

O mundo está em mudança, e o mundo do trabalho, tendencialmente, tem-se tornado mais exigente. Ficar a trabalhar depois da hora de saída, prazos apertados a cumprir (…) já todos nós ouvimos alguém falar sobre isto! Quando este stress e exaustão se prolonga no tempo e afetam o nosso dia-a-dia podemos estar perante o Burnout.

 

O Burnout é caracterizado como um estado de exaustão geral associado à sobrecarga profissional, com três dimensões: física, emocional e mental. (Leka et al., 2010, citado por DGS,2015)

A literatura descreve como sinais desta, a falta de energia, o sentimento de esgotamento emocional, uma mudança na atitude face ao emprego e aos colegas, sentimento de insatisfação com as suas competências e o desenvolvimento profissional (Carlotto 2011, citado por DGS, 2015)

Este sentimento prolongado no tempo, pode levar a alguns riscos psicossociais no local de trabalho: Riscos físicos e fisiológicos, Riscos Comportamentais, Riscos psicológicos e emocionais e Riscos cognitivos (DGS, 2015)

Esta condição, quando trabalhada precocemente por profissionais especializados, tem uma maior probabilidade de diminuição de sintomatologia e consequentemente melhoria da qualidade de vida.

Necessita de mais informações? SIM, fale connosco!

 

Referências Bibliográficas:

Direção-Geral da Saúde (2015). Fatores de risco/riscos psicossociais no local de trabalho. (p4-14)

Sabia que…

Sabia que consumo de álcool dos portugueses alterou-se durante o…
Sabia que
Menu